A proteção dos seus dados é contínua?
João Mota - CTO | CMO
A opção que garante a operacionalidade da sua empresa

As ameaças à continuidade do negócio são cada vez mais frequentes. E embora haja uma maior consciencialização de que os ataques informáticos não acontecem só a empresas de grandes dimensões ainda há um grande trabalho preventivo a fazer face aos tempos de recuperação dos dados para garantir a operacionalidade da empresa.

A solução passa pelo Continuous Data Protection (CDP) que é uma tecnologia aplicada à proteção de dados críticos onde não é aceitável perder acesso à informação da empresa, nem que seja por meros segundos ou minutos.

O objetivo será sempre chegar a tempos de recuperação e de inatividade muito baixos, o chamado RPO e RTO. Desta forma a aplicação de políticas de CDP na solução de backup da empresa chega aos segundos para repor a atividade normal da organização.

Mas o que são o RPO (Recovery Point Objective) e o RTO (Recovery Time Objective)?

São os dois parâmetros mais importantes do plano de recuperação em caso de desastre ou do plano de proteção de dados.

RPO

“O RPO determina a quantidade máxima de dados que a sua organização está disposta a perder na eventualidade de ocorrer um desastre. Este define a frequência mínima com que agenda cópias de segurança, limitando a perda de dados ao período de tempo entre cópias de segurança. Por exemplo, se efetuar uma cópia de segurança por dia e ocorrer um ataque de ransomware, terá de voltar, pelo menos, um dia atrás para restaurar os dados.”

RTO

“O RTO determina o tempo máximo que a sua organização consegue suportar sem aceder aos respetivos sistemas e aplicações após um período de interrupção. Para além disso, como também é uma parte fundamental do plano de recuperação, o RTO determina o período de tempo necessário para recuperar os referidos recursos imprescindíveis.”

Qual a faturação que a sua empresa perde por estar parada? Qual o impacto da perda de dados e como fica a credibilidade da sua empresa? São questões que têm de ser feitas pelos decisores das empresas. 

 

 

Os negócios dependem dos dados, e não podemos deixar que o tempo de inatividade comercial que seja causado por um ciberataque, uma falha de hardware ou problemas na rede leve a um comprometimento da continuidade do negócio ou que acarrete uma avultada quantia para a organização. Por este motivo, as preocupações com a informação da empresa têm de estar no topo das prioridades.

 Assim, a CDP é a solução que evita a indisponibilidade do sistema em toda a sua infraestrutura.

Entre em contacto connosco através do ola@quantinfor.com e peça uma auditoria à proteção dos seus dados. Com este procedimento vai saber detalhadamente quais os tempos de recuperação em caso de desastre e o que deve implementar para que esse período seja o menor possível.

 

TAGS
VOLTAR
João Mota - CTO | CMO
Comentários
Adicionar comentário

Procurar

Categorias

Login

Recuperar password
client_name

BLOG ULTIMOS POSTS

Confiar ou não nos selos de email?
LER MAIS
Mobilidade e centralização de informação
LER MAIS
As férias e os dispositivos móveis
LER MAIS
Um Caso de INSucesso
LER MAIS


© 2021 Quantinfor. Todos os direitos reservados. Developed by Laranja Zen.